Domingo, 27 de Janeiro de 2008

Entrevista de Janeiro!

Tínhamos prometido em Janeiro de 2008 iniciar o ciclo de entrevistas do mês!

 

Como já tínhamos referido fomos ao Teatro Municipal de Almada, assistimos à peça “Arte da Fuga”, na qual contactámos com uma das bailarinas que se disponibilizou a responder a uma entrevista.

 

Agradecemos desde já à Teresa a sua prontidão em ajudar-nos!

 

Aqui está ela!

 

      Como é que surgiu o gosto pela dança?

 

 - O gosto pela dança foi surgindo conforme fui praticando... Primeiro de uma forma mais lúdica como um passatempo, até se tornar mais séria com a minha formação no Conservatório de Dança Nacional e depois com o trabalho profissional. Foi um interesse que foi crescendo cada vez mais com a minha “entrega” à Dança.

 

      Da tua experiência enquanto estiveste na Companhia de Dança de Almada podes dizer-nos qual a faixa etária predominante? Há muitos jovens na companhia?

 

- É uma Companhia maioritariamente jovem: uma faixa etária entre os 20 e os 30 anos. A profissão de bailarina é uma profissão de desgaste muito rápido e o auge da forma física é, normalmente, aos vinte e muitos, trinta anos.

 

      Relativamente ao público, sentes que é maioritariamente idoso?

 

- Não. Acho que cada vez mais se juntam esforços para que o contacto com a dança e as artes seja feito cada vez mais cedo. Hoje em dia, por exemplo, muitos são os espectáculos feitos especificamente para crianças com um sentido lúdico, mas também pedagógico, tentando fomentar o interesse pelas artes.

 

      Consideras que os espectáculos têm pouca divulgação?

 

- Não é um hábito do público, em geral, ir ver espectáculos de dança. Este facto relaciona-se com a sociedade em que vivemos, já que esta não apoia muito a cultura. Apesar de haver, na minha opinião, bastante divulgação dos espectáculos, é o público que, possivelmente influenciado pela sociedade, que não se sente motivado e interessado em ver espectáculos deste tipo.

 

      O que sugeres para atrair mais os jovens para a dança?

 

- Considero que desde o ensino primário deveria haver uma disciplina de dança educacional na qual as crianças através de diversas experiências e actividades lúdicas pudessem desenvolver, de forma geral, a sua capacidade criativa e despertar a sua sensibilidade e a sua expressão artística e corporal.

 

      Consideras que a Câmara Municipal de Almada tem apoiado a dança?

 

- A Câmara Municipal de Almada tem incentivado as artes com o seu apoio a projectos, companhias, instituições e com a construcção do Teatro Municipal de Almada. O Teatro, pelas óptimas condições e instalações que tem, veio abrir portas para que muitos espectáculos de qualidade, que muitas vezes só eram apresentados em Lisboa, passassem também a ser divulgados no nosso concelho dinamizando culturalmente a cidade de Almada.

 

Sentimo-nos:: Com vontade de ir ao TEATRO!
publicado por almadajovem às 15:40
link | comentar | favorito
1 comentário:
Pode não ter nada a ver com o assunto aqui tratado, mas porque a cultura é um “bem” importantíssimo a defender, convido-vos a participarem nos VI Jogos Florais de Avis, que já são uma referência no panorama cultural português. Sendo uma iniciativa da Amigos do Concelho de Aviz-Associação Cultural, o regulamento está disponível em www.aca.com.sapo.pt
Concorram e boa sorte.
Saudações culturais.
P’la ACA,
Fernando Máximo!

Comentar post

Almada Jovem


Sobre nós

Adiciona-nos

. 9 seguidores

Pesquisar neste blog

Junho 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Posts recentes

O nosso poster!

O fim? Não! Um começo!

Tudo o que fizémos no nos...

Contagem decrescente!

Entrevista - Projecto Eur...

Reflexão - Como será a ci...

Últimos retoques!

Reflexão - "Para haver in...

Colóquio Criativo "Cidada...

Conferência!

Arquivos

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Links

Em destaque no SAPO Blogs
pub